Download Guia de Boas Práticas para o Turismo Sustentável

Transcript
Critérios globais de
turismo sustentável
Os critérios globais de turismo sustentável constituem um esforço para alcançar um entendimento
comum do turismo sustentável. Representam os princípios mínimos de sustentabilidade a que
uma empresa turística deve aspirar. Organizam-se em torno de quatro temas principais: “O planejamento eficaz para a sustentabilidade”, “A maximização dos benefícios sociais e econômicos
para a comunidade local”, “O melhoramento do patrimônio cultural” e “A redução dos impactos
negativos no ambiente”. Embora os critérios se orientem inicialmente para o uso dos setores de
hotéis e dos operadores de turismo, têm aplicabilidade em toda a indústria turística. As boas práticas de manejo representam uma ferramenta para poder cumprir com estes critérios.
Os critérios são a parte da resposta prevista pela comunidade turística diante dos desafios mundiais que se apresentam para os “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, das Nações Unidas.
A mitigação da pobreza e a sustentabilidade ambiental, incluindo a mudança climática, são dois
dos principais temas transversais que se abordam com base nos critérios.
A partir de 2007, uma coalizão de 26 organizações, A Rainforest Alliance - Critérios Globais de
Turismo Sustentável, reuniu-se para desenvolver os critérios. Desde então, foram identificados
mais de 80 mil partes interessadas, analisados mais de 4.500 critérios, examinadas mais de 60
normas de certificação e diretrizes voluntárias já existentes e recebidos comentários de mais de
mil indivíduos. Os critérios globais de turismo sustentável foram desenvolvidos de acordo com o
Código de Boas Práticas da Coalizão. E, como tal, estarão disponíveis para consulta e receberão
retroalimentação a cada dois anos, até que não se recebam mais observações.
14