Download Número 109 - Janeiro/2015

Transcript
relação à linguagem e aos aspectos sociopolíticos
envolvidos.
Nossa intenção é ampliar e aprofundar um debate
educacional que envolva a sociedade em geral a respeito da
importância das disciplinas de Língua Estrangeira Moderna
no currículo escolar da Educação Básica na atualidade,
contribuindo assim para uma transformação positiva nos
processos de ensino e de aprendizagem na escola.
VI. REFERÊNCIAS
BISPO, P. Inglês para executivos e chão de fábrica.
Disponível
em:
<http://www.rh.com.br/ler.php?cod=4073&org=2>. Acesso
em: 11 de maio de 2014.
BRASIL. Decreto-Lei n° 4.244, de 9 de abril de 1942. Lei
orgânica do ensino secundário.
_______. Ministério da Educação e Cultura. Educação no
Brasil: Textos Selecionados. Brasília: MEC, 1976.
________. Secretaria de Educação Fundamental.
Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos
do ensino fundamental: língua estrangeira / Secretaria de
Educação Fundamental. - Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.
CHINA, Anna Patricia Zakem. A trajetória do ensino do
inglês como língua estrangeira no Brasil: Considerações
sobre metodologias, legislação e formação de professores.
Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro
Universitário Moura Lacerda. Ribeirão Preto, 2008.
LEFFA, Vilson J. O ensino de Línguas Estrangeiras no
contexto nacional. Contexturas, APLIESP, n.4, p. 13-24,
1999.
MATTOS, Luiz Alves de. Primórdios da educação no
Brasil. Rio de Janeiro: Aurora, 1958.
NOGUEIRA, F. M. G. Ajuda Externa para a Educação
Brasileira: da USAID ao Banco Mundial. Cascavel:
Edunioeste, 1999.
SAVIANI, Dermeval. Historias das Idéias Pedagógicas no
Brasil. Campinas: Editora Autores Associados, 2007.
TRUCHOT, C. The Spread of English: From France to a
More General Perspective. World Englishes, v.16, n.1, p.
65-76,
Disponível
em:
<http://ejournals.ebsco.com/direct.asp?ArticleID=QWWVT
JQCJNL8NCA1XX1V> 1997. Acesso em: 11 de maio de
2014.
XAVIER, Maria Elizabete Sampaio Prado. Capitalismo e
escola no Brasil: a constituição do liberalismo em
ideologia educacional e as reformas do ensino (19311961). Campinas: Papirus, 1990.
VII. COPYRIGHT
Direitos autorais: Os autores são os únicos responsáveis pelo
material incluído no artigo.
Volume 10 – n. 109 – Janeiro/2015
ISSN 1809-3957
48